Bull Terrier, o Arteiro

Bull Terrier, o Arteiro! Provavelmente você já deve ter ficado intrigado com a aparência dele.

Com focinho longo e orelhas bem grandes que sempre apontam para cima, chama atenção por onde passa. Isso sem falar que pode chegar até 55 centímetros de altura, sendo considerado um cão de médio porte.

Surgido no Reino unido em meados do século XIX a partir do cruzamento entre um buldogue e um oldenglish terrier (já extinto atualmente), o Bull Terrrier era colocado para desempenhar funções de proteção de terras e rebanhos, sendo treinado até para o embate com animais maiores que ele.

É justamente por conta dessas tarefas, que podemos notar que o porte de um cão dessa raça é bem atlético e imponente. Bull Terrier são extremamente fortes e ágeis no que diz respeito a atividades que demandem desgaste físico.

Por conta da alta atividade mercantil desempenhada no Reino unido no século XIX, não demorou muito para que a fama dessa raça ganhasse o mundo, sendo interesse de proprietários de terras de todas as nacionalidades.

Bull Tirrier

Lado Agressivo e o Lado Amável do Bull Terrier

Entretanto, demorou menos ainda para que se percebesse que maior que o lado agressivo é o lado amável do Bull Terrier. Com o passar do tempo, esses cães foram sendo colocados em posições recreativas dentro das famílias, deixando de lado seu papel originário.

Desde a metade do século XX não se encontram mais cães Bull Terriers que desempenhem a função para a qual surgiram.

Isso não quer dizer que o lado agressivo desapareceu, até os dias de hoje para que este lado não suja e cause problemas é necessário que haja um treinamento constante desde muito cedo para estimular apenas o lado carinhoso.

Principalmente se você já tiver outros pets, sem treinamento essa raça não se adapta em ambientes com outros animais.

Bull Tirrier

Uma Raça Inteligente Que responde Bem aos Treinamentos

Mas pode ficar sossegado, é uma raça inteligente, que responde bem aos treinamentos, desde que eles comecem cedo.

Se assim for, nenhum problema de agressividade vai ser detectado e você vai perceber o quanto esse cão adora uma bagunça.

Por conta de ser bagunceiro, ele não se adapta em ambientes sem espaço amplo para o gasto de energias, além de necessitar de uma rotina diária de passeios que exijam muito gasto de energia.

Aliás, quando sobra energia ela vai ser extravasada em casa e é preciso que você supervisione para a bagunça não sair do controle.

Mesmo sem o lado agressivo em ação, desempenham de maneira exemplar a função de cão de guarda, avisando sempre seus donos que algo estranho está acontecendo.

Mas atenção: até mesmo para esta função é preciso treiná-lo, para que não ataque ninguém.

Você já deve ter percebido que a palavra aqui é treinamento. Então não precisa ter medo algum, se for bem treinado seu Bull Terrier é uma ótima companhia para a família toda, inclusive para as crianças.

Bull Tirrier

Convívio com os Donos

No convívio do dia a dia com os donos com aqueles que ama, esse cão não consegue ser agressivo, é brincadeira e gracejos o tempo todo.

Por falar em amor, mesmo com esse instinto protetor e “machão”, o Bull Terrier é muito dependente emocionalmente da família, e não aguenta ficar longe dos donos por um período muito longo.

Não o deixe sozinho, porque além da bagunça desastrosa que pode encontrar depois, a saúde do seu pet pode estar em risco.

No quesito bagunça, é importante que você saiba que além de bagunceiros eles latem a todo momento.

Não chega a ser um exagero, mas nem chega perto de ser silencioso. Durante as brincadeiras a trilha sonora certamente vai ser por conta do seu cão.

Quando se trata de cuidados, os pelos não devem ser uma preocupação: de pelagem bem curta e com pouca queda, a escovação deve ser feita a cada 10 dias.

Bull Tirrier

Cuidados com o Bull Terrier

Os cuidados com o Bull Terrier caso o cão fique exposto ao sol durante muito tempo, deve ser utilizado um protetor solar específico, principalmente nas partes mais claras do pelo, para evitar problemas dermatológicos.

Apesar de se adaptarem muito bem em altas temperaturas, é preciso que os banhos sejam frequentes, a cada semana por exemplo.

Além disso, vale lembrar que o peso de um Bull Terrier deve variar entre 22 e 30 kg, então uma dieta nutritiva com rações específicas para cães atléticos é fundamental.

Seguindo essas recomendações, tenho certeza que você terá companhia nas brincadeiras e nas atividades físicas por um longo tempo, já que essa raça vive entre 10 e 14 anos.

Treine, brinque e cuide da melhor forma possível de um Bull Terrier e a dose de amor e de carinho da parte dele vai ser bem generosa, você vai ver.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp