Lhasa Apso, não ShihTzu

Tenho certeza que você já deve ter encontrado um Lhasa Apso por aí e o confundiu com um Shih, Tzu. Acredite, isso é mais comum do que parece já que a semelhança entre os dois é grande, até mesmo no temperamento. Para diferenciar um do outro rapidamente repare no focinho, o do Lhasa é um pouco mais alongado do que o do ShihTzu.

O surgimento dos cães Lhasa Apso se deu no Tibete, há séculos, e é rodeado de contos e crenças. Em sua origem, esses cães eram considerados sagrados, e só monges ou membros da realeza podiam ter um. Além disso, acreditava-se que quando um dono de Lhasa morria, reencarnava logo depois como um cão da mesma raça, o que era uma grande honra.

Lhasa Apso

Popularizou-se!

Por conta dessas crenças, esses cães não podiam deixar o território tibetano se não fossem dados de presente, o que não ocorria com frequência. Isso fez com que esses cães ficassem desconhecidos no resto do mundo por muito tempo, até que em 1933 o 13º Dalai Lama presenteou SuydamCutting, pesquisador norte americano, com um casal da raça.

Quando retornou aos Estados Unidos, Cutting iniciou a criação de Lhasas Apso, popularizando a raça em pouco tempo. De porte pequeno, podendo medir entre 15 e 25 centímetros de altura e pesando no máximo 7 quilos, não foi difícil derreter corações pelo mundo todo com muito charme e fofura.

Talvez a origem mística da raça possa justificar a teimosia constante destes cães. Ou talvez isso tenha a ver com a inteligência, que segundo rankings internacionais não é muito alta, indicando que é necessário paciência e persistência para treinar um Lhasa Apso de forma satisfatória.

Lhasa Apso

Relacionamento com os Membros da Família!

Mesmo que dê trabalho vale a pena, pois uma vez treinado, o Lhasa Apso é bem obediente aos comandos dos donos e não costuma dar muito trabalho, mantendo a teimosia sob controle. Além disso, ele é fiel e companheiro, indo com você a todos os lugares da casa, já que é muito conectado aos membros da família.

Apesar de gostar de atenção, permanece desconfiado quando encontra com estranhos, latindo para avisar que alguém que ele não conhece está por perto. Demora um pouco para o estranho ganhar a confiança de um Lhasa Apso, mas quando ganha não falta gracinhas e amor.

Os latidos são restritos à estas situações, cães dessa raça não são de fazerem muito escândalo, pois preferem ser notados pelo charme e brincadeiras. Eles gostam de colo também, mas somente quando pedem, caso contrário gostam de andar e brincar pela casa toda.

Para gastar energia, além de brincadeiras em família, os Lhasa Apso gostam de caminhadas leves todos os dias, em horários em que o sol não esteja muito forte pois não suportam temperaturas muito altas. Nada de exercícios demorados ou que exijam muito do físico do cão, somente atividades moderadas.

Lhasa Apso

Por não precisar se exercitar muito, essa raça se adapta bem em casas pequenas. Vale lembrar que não se pode criar um Lhasa no quintal, é um cão para dentro de casa. Também é importante dar atenção o tempo todo, nada de sair e deixá-lo sozinho durante muito tempo.

Sobre os cuidados, é bom que saiba que vai ter pelo na casa inteira, já que a pelagem de um Lhasa Apso é bem longa. Por isso, a escovação deve ser diária para evitar que os pelos embaracem ou que a queda fique ainda mais intensa.

Os banhos devem ser frequentes, ao menos uma vez por semana, e toda vez que estiver com os pelos molhados é preciso secar bem e escovar novamente, caso contrário seu pet pode acabar com um problema de pele, muito comum em raças de pelagem longa. Apesar de dar um certo trabalho, é importantíssimo seguir essas recomendações para manter a saúde de seu cãozinho.

Lhasa Apso

Essa Raça Pode Viver Quantos Anos?

Essa raça pode viver entre 12 e 15 anos em condições adequadas, será uma amizade duradoura com a família toda. Fique tranquilo em relação às crianças ou aos idosos, os Lhasa Apso conseguem adaptar a intensidade da agitação de acordo com quem está brincando com eles, ou seja, quanto mais você dá corda para a bagunça, mais bagunça ele fará.

Então, certamente eles respondem bem à agitação de uma criança, mas também são carinhosos e brincam bem com pessoas mais idosas e o temperamento amável e carinhoso não muda de repente, já que não são nada agressivos.

Se já tem um Lhasa Apso, siga essas recomendações e vai ver a relação de amor entre vocês cada vez mais forte. Se pensa em ter, vá em frente e também siga as recomendações, tenha certeza que será uma longa e amorosa amizade para toda sua família.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp