Remédios Caseiros Para Queda de Cabelo

Tratamento com Remédios Caseiros para Queda de Cabelo

Tratamento com remédios caseiros para queda de cabelo, é uma opção para muitos homens e mulheres, sendo a queda de cabelo um fardo psicológico. Os remédios naturais e os métodos tradicionais de tratamento podem ajudar.

A perda de cabelo é um problema sério para as mulheres: se você notar que está perdendo mais cabelo do que o normal e que está se formando partes calvas, evite o pânico.

Felizmente, existem alguns remédios caseiros para a perda de cabelo . Em muitos casos, a queda de cabelo pode ser curada por meios naturais.

Em primeiro lugar, a perda de até cem fios por dia é considerada normal. O antigo é substituído pelo novo e, assim, forma um ciclo natural.

Se a densidade do cabelo ficar visivelmente mais fina e o couro cabeludo de repente ficar sensível à dor, isso indica que algo está errado no organismo. A queda de cabelo é causada por um distúrbio no couro cabeludo, que por sua vez pode ser desencadeado por vários fatores.

Segue alguns elementos naturais que são comumente usados preventivamente contra a queda de cabelo

  1. Bardana
  2. Proteína de Arroz
  3. Feno-Grego e Óleo de Côco
  4. Urtiga em Pó
  5. Ginseng

O Ciclo de Vida do Cabelo

No ciclo de vida do cabelo existem três fases desse processo. Conhecendo essas fases, entende-se melhor por que o cabelo nem sempre cai imediatamente após uma influência prejudicial, mas talvez somente após algumas semanas.

Anágena = fase de crescimento: 2 a 10 (principalmente 3 a 6) anos, o cabelo começa a crescer. Quanto mais longo o anágeno, mais longo se torna o cabelo. Pessoas cujo cabelo não cresce muito têm um período de crescimento mais curto.

Em pessoas saudáveis, 80% do cabelo está no anágeno. Se houver uma influência prejudicial, o cabelo entra em catágeno e depois telógeno, de forma que pode levar semanas ou meses após a influência prejudicial até que apareça a queda de cabelo.

Catágena = fase de transição: 2 semanas, durante este tempo os folículos pilosos param sua atividade metabólica, o cabelo não é mais nutrido e também não cresce mais.

Telógeno = fase de repouso: 2 a 4 meses, ao final da fase telógena o cabelo cai. Menos de 20 por cento do seu cabelo deve estar nessa condição.

Queda de Cabelo em Áreas Específicas da Cabeça

Em algumas pessoas há queda de cabelo em áreas específicas da cabeça, como a retração típica da linha do cabelo.

Distúrbios hepáticos e tireoidianos ou doenças infecciosas podem afetar o equilíbrio do corpo e fazer com que a composição do sangue mude e, como resultado, certos valores aumentem ou diminuam. Desta forma, as células do couro cabeludo não são nutridas de forma adequada.

Deficiências de vitaminas e de oligoelementos (como ferro e zinco) também podem levar a um suprimento insuficiente de células que as raízes do cabelo normalmente deveriam conter.

Portanto, você pode incorporar facilmente à sua dieta remédios caseiros para a queda de cabelo com ferro e zinco que podem ser encontrados na frutas!

Os remédios naturais podem ajudar contra muitas causas. Mas, em primeiro lugar, se você tiver queda de cabelo severa, deve consultar um médico de preferência um dermatologista. Isso pode descartar problemas físicos graves.

Couro Cabeludo está em Contato Direto com a Corrente Sanguínea

Como o couro cabeludo está em contato direto com a corrente sanguínea, uma análise sobre o suprimento geral do corpo pode ser feita com base na condição do cabelo.

Toxinas no corpo, como nicotina, obturações dentárias ou medicamentos que devem ser tomados permanentemente, também liberam seus componentes na corrente sanguínea, que está localizada na área da cabeça diretamente sob o couro cabeludo e pode liberar substâncias nocivas no tecido.

Cada vez mais, a queda de cabelo também é desencadeada por forte estresse emocional. Emoções violentas como medo, estresse, raiva ou insegurança garantem que o cérebro libere substâncias mensageiras que alteram a composição do sangue.

Se essas condições persistirem, o couro cabeludo perde sua capacidade de segurar as raízes do cabelo devido ao fornecimento insuficiente de células e ocorre a queda de cabelo.

É melhor encontrar uma maneira de contrabalançar o estresse. É importante realizar pequenas pausas durante o dia, para relaxar.

Mas o esporte e o exercício ao ar livre também são bons para o corpo.
No outono, entretanto, uma queda de cabelo um pouco mais severa é normal – pelo menos até certo ponto.

Cuidados Contra a Queda de Cabelo

Alguns cuidados contra a queda de cabelo, caso seu cabelo estiver ralo ou aparecerem manchas carecas na cabeça, mantenha a calma. Reduza a lavagem para não sobrecarregar os cabelos. Substitua os laços de cabelo por grampos, já que a união coloca estresse mecânico no cabelo.

Você deve escovar o mínimo possível com secador de cabelo. Deixar secar ao ar é menos prejudicial ao cabelo e também às raízes do cabelo.

Cuidado com a dieta e diminua os alimentos açucarados. O consumo excessivo de café e álcool também deve ser reduzido imediatamente.

Em vez disso, são recomendados alimentos ricos em vitaminas e ferro. Seu corpo tem que se reequilibrar e isso inclui uma dieta saudável que tem um efeito positivo no sangue.

Folhas de Urtiga Secas são Remédios Conhecidos

Folhas de urtiga secas são remédios conhecidos e também muito bem indicados. Os chás também são ótimos remédios caseiros para a queda de cabelo. Faça um chá altamente concentrado com ele e aplique esse líquido no couro cabeludo várias vezes ao dia.

Desta forma, qualquer sensação de queimação na pele diminui e as áreas inflamatórias tendem a desaparecer. Você também pode obter sílica em lojas de produtos naturais, que pode ser usada para apoiar o processo de regeneração do cabelo.

Shiatsu e Acupuntura como Método de Cura Contra a Queda de Cabelo

Shiatsu e Acupuntura como Método de Cura Contra a Queda de Cabelo para obter ajuda imediata e permanente, você deve recorrer a um método de cura que se baseia nesses princípios. As chamadas “correntes de cura japonesas” oferecem um tratamento que afetam o sistema nervoso e vascular e, na maioria dos casos, trazem um alívio imediato.

A Shiatsu capilar do dedo pode ser feita em casa.
Use as pontas dos dedos para fazer movimentos circulares no couro cabeludo. Do pescoço à testa. Ela pode ser feita em casa e em apenas 15 minutos diários

Tratamento com a Acupuntura para Queda de Cabelo
Entenda como a acupuntura e a moxabustão atuam no tratamento da queda de cabelo, qual é o foco do tratamento e quantos tratamentos são necessários para atingir o primeiro resultado.

A acupuntura funciona equilibrando o corpo, melhorando o fluxo sanguíneo e regulando a função dos órgãos. Portanto, a tecnologia é muito eficaz no combate à queda de cabelo

O primeiro motivo para o tratamento com essa terapia é o estresse, porque a acupuntura atua com estimulo do neurotransmissor.

É melhor combinar esses métodos – métodos alternativos de cura e remédios caseiros para queda de cabelo. No entanto, como eu disse, você deve consultar um médico se a queda de cabelo não melhorar.

Remédios Naturais x Medicamentos Contra a Queda

Além dos remédios naturais, existem muitos medicamentos contra a queda de cabelo sendo oferecido no mercado. Poucos deles podem ser chamados de “naturais“. Além disso, poucos desses tratamentos podem resolver a causa real da queda de cabelo. Os remédios naturais são diferentes. Eles lidam com o problema literalmente!

Mas vamos começar com os diferentes tipos de queda de cabelo. Porque cada tipo de queda de cabelo tem suas causas específicas, então cada tipo de queda de cabelo deve ser tratado de forma muito específica.

Os Tipos de Quedas de Cabelo

A queda de cabelo pode ser dividida em quatro tipos diferentes de queda de cabelo. O quinto “tipo” é um caso especial:

• Queda de cabelo hereditária (também chamada de queda de cabelo androgenética ou genética)
• Queda de cabelo circular (Alopecia areata)
• Perda de cabelo difusa
• Perda de cabelo por cicatriz
• Caso especial: queda de cabelo durante quimioterapia

1-Queda de Cabelo Hereditária ou Androgenética

A queda de cabelo hereditária ou androgênica pode afetar as mulheres , e a maioria dos homens. Portanto, essa forma de queda de cabelo é chamada de queda de cabelo hereditária porque é uma reação de hipersensibilidade genética de certos folículos capilares ao hormônio DHT.

DHT é a abreviação de 5-alfa dihidrotestosterona. Pertence aos andrógenos, e os andrógenos são hormônios sexuais. Os andrógenos são responsáveis pelas características masculinas, como forte desenvolvimento muscular, crescimento da barba, pelos corporais e voz grave.

O DHT é feito da testosterona por meio de uma enzima específica (5-α redutase). DHT é o mais ativo dos dois hormônios masculinos.

Queda de cabelo androgenética em mulheres

A queda de cabelo androgenética em mulheres em idade fértil são afetadas , o cabelo ao longo da coroa torna-se mais fino e muitas vezes é confundido com alopecia difusa.

Também nas mulheres, os níveis de testosterona ou dihidrotestosterona aumentam, onde a síndrome dos ovários policísticos geralmente está associada à SOP. Essa é uma doença hormonal mais comum entre as mulheres na idade fértil.

Queda de cabelo androgenética em homens

A queda de cabelo androgenética nos homens não é tão fácil de influenciar com medidas naturais. No entanto, nesse caso também existem remédios à base de ervas que podem ser usados para influenciar suavemente o equilíbrio hormonal.

Agora também se presume que a dieta e o estilo de vida influenciam a expressão dos genes, de modo que nem sempre uma pessoa está à mercê de seus genes para melhor ou para pior.
Portanto, o método holístico também é muito útil para a alopecia androgenética.

Embora não deva ser capaz de reverter a queda de cabelo, geralmente faz com que o cabelo fique mais lento e não só afeta a saúde do cabelo e do couro cabeludo, mas é bom para a saúde de qualquer maneira geral melhora significativamente o desempenho mental e a aptidão física.

2-A Queda de Cabelo Circular

A queda de cabelo circular (alopecia areata) ocorre em pontos redondos e completamente calvos. No entanto, em casos extremos, todos os cabelos podem cair, mesmo em outras partes do corpo.

Hoje em dia, a calvície é considerada uma doença auto-imune, o que significa que as células de defesa do próprio organismo (chamadas de células T citotóxicas) atacarão as células do folículo piloso em alguns locais e as consideram como corpos estranhos que precisam ser resolvidos. Estudos encontraram infiltração de células T citotóxicas na área afetada do couro cabeludo.

Normalmente, outras doenças autoimunes também estão presentes na alopecia circular. Se for esse o caso, o prognóstico deve ser sempre acompanhado por um médico. Depois de alguns anos, alterações nas unhas também podem ocorrer em mais de 60% das pessoas afetadas (sulcos longitudinais, fragilidade, superfície rugosa, etc.).

Em um ano, cerca de 50% da população afetada pode se recuperar completamente da queda de cabelo. Em até 25 por cento, por outro lado, ocorre ponto de perda total de todos os pelos da cabeça ou mesmo do corpo.

3-Perda de Cabelo Difusa

Com a perda de cabelo disfusa, o cabelo geralmente fica mais claro. Portanto, não existe uma única cabeça calva. Na maioria dos casos, as mulheres são afetadas.

A queda difusa geralmente é um tipo avançado, o que significa que efeitos prejudiciais impedem a fase de crescimento do cabelo e o cabelo entra em uma fase estática. Isso dura até 4 ou até 6 meses.

Só assim o cabelo cairá.Por isso, se ocorrer queda esporádica de cabelo, deve-se sempre considerar o que pode ter acontecido há algumas semanas ou meses que pode ser prejudicial para tomar as medidas cabíveis.

Os possíveis fatores prejudiciais incluem:

• o nascimento de uma criança,
• infecções,
• febre alta,
• hemorragia (perda excessiva de sangue)
• doenças dos órgãos internos (por exemplo, fígado, tireoide (geralmente uma tireoide subativa) e outros órgãos endócrinos),
• doenças que drenam o corpo (câncer, tuberculose, etc.),
• dietas restritas ou períodos de fome ou deficiências geralmente crônicas de nutrientes ou substâncias vitais (por exemplo, deficiência de ferro devido à menstruação pesada, deficiência de zinco, deficiência de vitamina D, etc.)
• um acidente ou trauma de operação,
• forte estresse emocional e
• alguns medicamentos (por exemplo, beta-bloqueadores, estatinas, medicamentos para a tireoide ou anticoagulantes).

4-A Perda de Cabelo por Cicatrizes

A perda de cabelo em cicatrizes aparece em manchas calvas que eventualmente ficam nas cicatrizes. Frequentemente, essa queda de cabelo está associada a danos irreversíveis aos folículos capilares.

O cabelo não cresce mais na área relevante. Como essa forma de queda de cabelo está passando por um forte processo inflamatório, os medicamentos convencionais podem tratar os corticosteroides (cortisona) para suprimir a inflamação e prevenir a queda de cabelo.

No entanto, a inflamação da perda de cabelo nas cicatrizes não acontece sem um motivo. Eles estão associados a certas doenças, como lúpus eritematoso, psoríase, infecções fúngicas ou certos tumores.

Como essas doenças são a verdadeira causa da queda de cabelo, o foco da terapia não deve ser na queda de cabelo, mas na doença que a desencadeia.

5-Circunstâncias Especiais: Queda de Cabelo Durante a Quimioterapia

Em uma quimioterapia, todos os cabelos são danificados, pois estão em fase de crescimento (as três fases do ciclo de vida do cabelo). O dano é tão severo que esses fios não entram na fase de repouso, mas se rompem na raiz imediatamente ou em algumas semanas. É o tipo inicial de perda de cabelo.

Por enquanto, permanecem apenas os fios de cabelo que já estavam em fase de repouso durante a quimioterapia (ou seja, no máximo 20% do cabelo total), mas que também caem após 2 a 4 meses, no máximo.

Como as células do folículo piloso são células que se dividem rapidamente, o folículo piloso se recupera rapidamente, de modo que a primeira nova cadeia pode ser vista novamente apenas 4 semanas após o final da quimioterapia. Às vezes, leva algum tempo (6-8 semanas)
A queda de cabelo não pode ser evitada nesse caso, mas você pode acelerar e apoiar a regeneração do corpo com medidas de desintoxicação e fortalecimento após a quimioterapia (após consulta com o médico).

Conclusão

Quando a queda de cabelo para, há sempre novos fios nascendo. Você descobrirá rapidamente que os remédios contra queda de cabelo descritos acima reduzem significativamente sua queda de cabelo e, na maioria dos casos, podem dar bons resultados em um curto espaço de tempo.

Para então ativar o crescimento do cabelo, o corpo precisa de um pouco mais de tempo. Uma vez que o processo de regeneração do couro cabeludo depende da constituição geral da pessoa afetada e da regeneração de todo o corpo, geralmente você deve planejar um período de 3 a 6 meses para o crescimento do cabelo.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp